VANTAGEM DE 31 PONTOS

No final, John Harris, Byron Coetsee e Charl Moolman ficaram um passo à frente dos outros. A equipa da África do Sul obteve uma vitória decisiva no GS Trophy Internacional com uma vantagem de 31 pontos. A equipa foi seguida pela Alemanha e pela Grã-Bretanha, que ficaram ambas em segundo lugar. "O facto de termos ganho o GS Trophy é, sem dúvida, um peso que nos tiraram dos ombros", admite Byron Coetsee, de 23 anos, depois da vitória. Foi por pouco que a equipa não alcançou o primeiro lugar em 2010 e 2014.

Todos os pilotos podem considerar-se vencedores. O simples facto de os participantes terem finalizado a aventura de sete dias e os testes difíceis que lhes foram apresentados, incluindo travessias de rios e exercícios e força e agilidade, é suficiente para poderem considerar-se vencedores. Antes de chegarem aom fim deste desafio de Enduro, os participantes tiveram que demonstrar a sua coragem em eventos de qualificação exigentes.

Heiner Faust, chefe de vendas e marketing da BMW Motorrad

Mais histórias que poderão interessar-te.

Motociclos aptos.

TOP